O Autor segundo o Autor

1caleidoscopio

“Estender-me-ei sobre o espelho e me verei reflexo no caos das formas…

O mistério silente é este:

O que seremos: nós estamos. O que nós estamos: fomos.

Se não estamos: somos.”

 

 

 

 O bebê

“Nasci numa noite de tempestade, era sábado e o céu estava entrecortado por raios e trovões.”

 A criança

O menino

“Fui uma criança tímida, perspicaz e observadora, mas com momentos de alheamento e devaneio, em que coisas absurdas surgiam na minha mente, como a relação entre parto de bebês e alfaces.”

 O menino e sua família

O menino e sua família

“Minha família era uma coisa banal e rara. Banal, porque não diferia essencialmente de todas as outras famílias pequeno-burguesas por mim conhecidas. Rara, porque subjetivamente havia peculiaridades que explicavam diferenças e originalidades.”

 O jovem

O jovem

“Vivia-se na época aos bandos, e cada casa equivalia a um centro comunitário, onde havia muitos moradores permanentes, os frequentadores assíduos do círculo mais íntimo dos moradores, e bandos imensos de malucos de passagem, membros de outros grupos hippies ou mochileiros nômades.”

 O espiritualista

O espiritualista

“A partir da experiência mística que havia vivido, em que minha alma brilhara como uma chama branca no espaço entre minhas mãos em concha, desvanecidas qual fantasmas, descobri por mim mesmo como eram os compartimentos de meu coração. O Ser auto-refulge em uma câmara interna, dentro de mim, como uma chama guardada num cofre.”

 O pai

O pai

“Ser pai me fez pensar nas coisas do céu, porque ao assistir ao nascimento do meu filho percebi quão mágica é a vida, e agradeci a Deus por isto.”

 O professor

O professor

“Nossa educação não ensina a respirar, a concentrar e silenciar a mente, a gozar sexualmente, a comer com sabedoria, a conhecer os mecanismos inconscientes que condicionam nosso comportamento. Somos alienados de nós mesmos no sentido físico, social e psicológico. O educar supõe o corpo, a mente, a vida em nós, o psíquico e o espiritual.”

 O sindicalista

O sindicalista

“O sindicalismo, desde o início do século passado, tem sido uma sucessão de idas e vindas, sucessos e fracassos, refletindo em parte a gangorra da economia capitalista e a reação das elites dominantes aos avanços da classe trabalhadora.”

 O filósofo

“Há, dentro do fenômeno da consciência, um espaço onde estão as coisas e a razão, e outro (não visto por Husserl) onde não existem coisas nem razão, mas onde pode subsistir a consciência, não das coisas, mas da ausência delas, do vazio.”

 O político

O político

“De nada adianta malhar em ferro frio, só cansa. E tentar fazer equivale a dar murro em ponta de faca. Pelo menos discursar não fere, não sangra. Não que a palavra não tenha força, que a vontade falada não remova montanhas. Mas para que o vento das palavras derrube as muralhas de Jericó, é preciso que haja ideias por trás do vento: de nada adianta haver peito sem coração.”

 O viajante

O viajante

“Eu fui abençoado de conhecer as mais distantes e lindas paisagens do mundo. Vi cordilheiras coloridas de sol, compostas de rochas das mais diferentes cores. Comi o pó destas pedras em estradas esburacadas e estreitas, pendentes nos mais profundos penhascos e abismos. Enregelei em noites de nevascas em altitudes de ar rarefeito (…). E maravilhei-me diante de ruínas magníficas, silentes testemunhos da grandiosidade de povos antigos…”

 O avô

O avô

“O essencial na minha vida não é o que vivi, tampouco o que amei ou o que fiz. O principal reside no que restou do que fiz e que me foi possível, e que aponta para além do que fiz e pretendi.”

O enamorado

DSC02136

“Contigo sinto-me aconchegado, preenchido e feliz, como uma flor que abre suas pétalas na garoa, como um peixe que salta em meio às brincadeiras do cardume, como uma estrela que brilha no céu dos amantes.”

 O artista

O artista

“Cá estou eu vendo o Criador com o pincel na mão direita, enquanto na esquerda uma palheta guarda o arco-íris. E quem não compor em si todas as tintas, matizes e cores, não brilhará no escuro deste mundo, não embelezará, como criatura, o branco vazio da tela da Criação.”

 

Ontem, hoje e sempre: o Escritor

O escritor

“Os livros são como árvores, podem ser plantados pela mão humana ou podem nascer simplesmente semeados pelo vento, pelo vôo de um pássaro ou pelo ruflar das asas de uma borboleta.”

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com