Bolsonaro e a estratégia das abobrinhas...

O colunista Bruno Boghossian acertadamente aponta que “Bolsonaro quer consertar a geladeira enquanto a casa pega fogo”, ou seja, quer administrar picuinhas e não o essencial. A economia patina, a renda cai, em janeiro e fevereiro as pessoas compraram 5,2% a menos de itens básicos, a taxa de desemprego é mais que o dobro da média mundial (12,5% em 2018), o Brasil é o 9º país mais desigual do planeta, o meio ambiente se deteriora a olhos vistos, enquanto vemos ações do presidente como: 1.     Extinguir o horário de verão; 2.     Censurar (inconstitucionalmente) uma peça publicitária do Banco do Brasil por abordar a diversidade,  público-alvo da propaganda; 3.     Retirar os Cursos de Sociologia e Filosofia das Universidades Federais e dos auxílios de pesquisa do CNPQ e CAPES; 4.     Atenuar a infração aos motoristas infratores; 5.    ...

read more

Quase uma Oração

A vida é linda, apesar do sofrer predominar dentro dela. É que mesmo que surjam problemas e dificuldades, crises e períodos de pobreza e luto, os momentos de alegria estão juntos deles, porque muito pouco nos basta para nos fazer rir e felizes. É suficiente olhar à volta, ver a luz do Sol, as cores nas flores e árvores, ver os rios correrem, o mar encontrando a areia e as pedras, o lago refletindo a Lua, fazendo a noite clara, enfim, basta olhar. Depois, é ter a atitude não lamuriosa ou rabugenta, que reflete frustração e descontentamento. É fácil, é só esvaziar a máquina dos desejos, é só substituir o que se quer pelo que se planeja e constrói, de modo a viver a alegria de contribuir, investir e fazer melhor. Mesmo sem ser...

read more

Ano Novo Astrológico

Feliz Ano Novo! Sim, porque foi ontem, dia 20 de março às 18h 58m, que o Sol cruzou o Equador do hemisfério sul ao hemisfério norte, dando início à primavera para o andar de cima e ao outono para nós. Como para o homem pré-histórico o inverno lembrava as glaciações, sempre havia o medo de que o frio perdurasse dando cabo da vida. Por isto o outono-inverno nos mitos está associado à morte e a primavera-verão à vida, daí que o equinócio de 21 de março (neste ano caiu no dia 20) representa a passagem da morte (inverno) à vida (primavera), ou seja, simboliza a ressurreição. Osíris, Jesus e todos os heróis que morreram e ressuscitaram, eram festejados nesta data, associada às festas de fertilidade (chegada da primavera, início do plantio) e, no calendário...

read more

O clã Bolsonaro e a bandidagem...

Causa espanto que com Bolsonaro, sua família, seu partido e seu Governo, esteja acontecendo o que já aconteceu com Collor de Mello e o PT. Ou seja, ganha-se a eleição com um discurso anticorrupção e, pouco tempo depois, começam a aparecer fatos que demonstram que os eleitores foram ludibriados. Está na mídia: O deputado Onix Lorenzoni, que já admitiu ter recebido caixa 2 da JBS, e está hoje chefe da Casa Civil do Governo Bolsonaro, pagou, através de seu Gabinete, R$ 492 mil a empresas de contabilidade e consultoria tributária de seu amigo e filiado ao DEM, Cesar A. F. Marques. A Prefeitura de Porto Alegre e o Conselho Regional de Contabilidade estão fazendo uma auditoria nas empresas de Marques: Office RS Consultoria Sociedade Simples Ltda. ​O deputado Luciano Bivar (PE), presidente do PSL...

read more

Aberração consumista: abaixo as marcas...

Em tempo de crise econômica, quando o número de negativados cresce exponencialmente, é claro que, consequentemente, caem o número dos consumidores. Todos apertam o cinto para atravessar a crise, agravando-a mais ainda, já que apertar o cinto significa consumir menos ou não consumir. Parece óbvio que a sociedade pós-moderna, baseada no consumismo desenfreado, em que todos tentam ser felizes na hora da compra, preenchendo um vazio existencial feito de superficialidades e banalidades, estaria fadado ao fracasso, já que o planeta não aguentaria tal modelo, se adotado pela humanidade inteira. Mas, por enquanto, o capitalismo neoliberal e o avanço da direita no mundo demonstram que o consumismo terá ainda fôlego para perdurar por um bom tempo. De outro lado, em livros de Marketing encontramos uma pirâmide dos tipos de consumidores e, absurdamente, não me vi...

read more

O Brasil em marcha à ré

De início cabe esclarecer que não sou petista (nunca fui) e nem comunista, portanto, o que irei escrever não é bruxaria. Tenho pensado no tempo da ditadura militar, quando eu amava o meu país e tinha vergonha de ser brasileiro. Hoje me dou por conta que, apesar de continuar amando o meu país, voltei a sentir vergonha dele. Vejo que estamos entrando numa fase complicada, feita de passos atrás, como se, arrependidos dos avanços que tivemos, quiséssemos retroceder e reescrever a história. O Governo Bolsonaro foi eleito baseado num discurso falso, de que existe uma ameaça comunista, quando não existe mais guerra fria e a URSS acabou. No Brasil os partidos “comunistas” são comunistas só no nome, pois quando eleitos jogam o jogo que jogou o PT, ou seja, respeitam a democracia e suas...

read more
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com