FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO

FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO é uma obra coletiva, organizada por Ari Pedro Oro e Urbano Zilles, e publicada pela Editora EST de Porto Alegre, em 1981. Nela Antônio Henriques contribuiu com o Capítulo “EDUCAÇÃO E SOCIEDADE ALTERNATIVA”.  Primeiro Henriques trata dos vínculos entre ideologia e educação, depois demonstra que capitalismo e comunismo baseiam-se ambos numa ideologia desenvolvimentista que, muitas vezes, está associada à beligerância. Analisa o comunismo primitivo e o socialismo utópico e suas experiências em pequena escala. Aponta a crise das cidades e as experiências comunitárias inovadoras ligadas à auto-gestão, à simplicidade voluntária, à consciência ecológica e à espiritualidade. Trata das comunidades rurais, citando desde as fazendas coletivas, os kibbutzim e os ashrans. Por fim, trata da educação alternativa e seus princípios, encerrando com a experiência de Auroville, a cidade inspirada na obra do pedagogo indiano Aurobindo Gosh.

LEIA UM TRECHO

Educação e Sociedade Alternativa Não sabemos que usamos alternadamente as narinas esquerda e direita para respirarmos; não estudamos o vínculo entre respiração, os batimentos cardíacos, as emoções, o pensamento, o orgasmo; desconhecemos nosso corpo e nossa mente, o que comemos pela boca, olhos e ouvidos. Somos estranhos a nós mesmos, aos nossos sonhos e sensações físicas internas; desconhecemos os mecanismos inconscientes que condicionam o nosso comportamento. Temos medo do auto-conhecimento, vivemos uma educação alienante no sentido social, físico e psicológico. Em relação à vida, a escola é uma instituição falida. A educação alternativa visa o como pensar e não o que pensar, leva a um exercício contínuo de auto-controle, auto-conhecimento e liberdade. Tal concepção só pode ser internacional e universalista, unindo as culturas, nações e religiões numa ética pacifista e de revolução psíquica, isto é, num individualismo cooperativo, criador, renovador e reeducador. Os ashrans começam com um pequeno número de pessoas e chegam a reunir, como hoje alguns, até milhares de pessoas, apontando assim para cidades comunitárias.

Relacionados

Tags

Compartilhe

Deixe aqui seu comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com