Carta aberta aos bolsonaristas

Se você não é um dos chamados “olavistas”, e apoia o presidente Bolsonaro apenas porque o seu Governo vem concedendo a ajuda de R$ 600,00 mensais aos prejudicados pela pandemia de Covid 19, ou porque, como pequeno ou médio empresário, recebeste um empréstimo bancário com juros baixos, por conta da ação governamental, ou ainda porque, como religioso praticante, comunga da visão conservadora sobre as questões morais, convido a que reflita o que se segue. Mesmo que você considere que o fechamento da indústria e do comércio, por decisão de governadores e prefeitos, em função do enfrentamento da pandemia Covid 19, tenha sido a causa do colapso financeiro de muitas empresas e da crise econômica sem precedentes em nosso país, cabe lembrar que: é falso o dilema de crise econômica versus isolamento social pois, a...

Leia Mais

Pandemia e Aprendizado

Muito vem se escrevendo e falando sobre a pandemia do covid-19, mas mais ainda se pode dizer. Alguns falam que o coronavírus nos ensinou que todos estamos no mesmo barco, ou melhor, mesmo planeta, e que somos iguais, porque ricos e pobres padecem com ele. Diz-se que num sistema de saúde (público e privado) em colapso, mesmo os ricos não conseguirão ser atendidos se o necessitarem, porque haverá superlotação nos hospitais e faltarão insumos médicos, pessoal e equipamentos. Porém, vejo um tanto diferente. O vírus obrigou-nos a nos distanciarmos uns dos outros, entretanto, o indicativo de evitar ajuntamentos e multidões se aplica diferentemente entre ricos e pobres. Favelados que vivem em barracos não conseguirão manter distância de seus familiares e vizinhos, e tampouco possuirão tecnologia de informação e entretenimento que lhes permitam enfrentar uma...

Leia Mais

Repensando o Budismo

Desde a minha adolescência, em diferentes períodos de minha vida, estive em contato com o Budismo. Sempre pensei ser o Budismo a filosofia religiosa mais próxima de minha visão da vida e de mundo. Nunca me considerei budista, por não possuir as três joias (Buda, Dharma e Sangha), ou seja, seguir um Mestre, conhecer a doutrina e praticá-la junto a uma comunidade budista. E, apesar de conhecer o Dharma (a doutrina) em suas linhas básicas, nunca me associei a um Mestre, me entreguei a uma prática disciplinada ou me integrei a uma comunidade. Mas, mesmo assim, no meu coração me considerava budista. Porém, agora, vejo que tenho concepções distintas da visão budista em alguns aspectos, como se sentisse a necessidade de “modernizar” a doutrina ou mesmo de adaptá-la ao meu ponto de vista. Mas...

Leia Mais

Ser ou Não-Ser

  Vivemos sempre como se fôssemos o centro do universo. Nosso ego é algo que nos faz maus, porque somos egocêntricos e egoístas, o que nos faz considerar os outros como secundários. E quanto mais distância econômica, cultural e social, mais indiferentes ou avessos nos tornamos aos que nos são diferentes. Os que professam outras crenças, e ideologias, os que possuem outra opção sexual ou identidade de gênero, os que falam outras línguas ou nasceram com outra cor de pele, enfim, tudo e qualquer coisa nos afasta do outro, nos impedindo de sermos altruístas, desapegados e amorosos. O nosso ego dificulta em nós o sermos humildes, reverentes e gratos. E quando somos obrigados a prestar culto a algo, reconhecendo alguém maior que nós, tendemos a não saber fazer prostrações ou dobrar os joelhos. É claro que...

Leia Mais

O Chile e o Neoliberalismo

No Chile, a ditadura sanguinária de Augusto Pinochet derrubou um Governo de esquerda, democraticamente eleito, para implantar a primeira experiência radicalmente neoliberal do planeta, depois seguida por Margaret Tacher na Inglaterra e Ronald Regan nos EUA. Na época foi implantado no Chile um modelo de Estado mínimo, através da privatização da educação, da saúde e da implantação de uma Previdência sob o regime de capitalização. Hoje no Chile os aposentados ganham menos que o salário mínimo, a população não tem saúde pública e tampouco recursos para bancar a saúde privada, e os estudantes mais pobres são obrigados a buscar crédito educativo, com o qual se formam para enfrentar uma dívida impagável com os grandes bancos. Dizia-se que o Chile deveria ser modelo ao mundo, e o ministro Guedes, no Brasil, quer transformar o Brasil...

Leia Mais

O Brasil e o tiro no pé

Tenho para vocês uma boa e uma má notícia. A boa é que o presidente Bolsonaro não conseguirá se reeleger. A ruim é que isto ocorrerá porque a economia não sairá de sua modorra. O resultado ruim terá contribuição externa: se avizinha uma recessão nos EUA e Trump terá dificuldades de se reeleger, a economia chinesa começou a definhar, a Alemanha também está entrando em recessão, e a Inglaterra, com o brexit, andará para trás. Como os argentinos votaram na direita, com Macri, e ele perdeu as prévias eleitorais, sinalizando a volta da esquerda de Cristina Kirchner com Alberto Fernandéz, Bolsonaro deve colocar as barbas de molho, pois por aqui não deverá ser diferente. Bolsonaro ofendeu nossos vizinhos, tentando apoiar Macri, mas seu tiro saiu pela culatra, porque seu “apoio” terminou por favorecer o...

Leia Mais
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com