O Sorriso Amarelo

Nada representa melhor nossa vida do que o “riso amarelo”. Amarelo não porque é uma obra de Van Gogh, mas porque o que mais fazemos na vida é engolir em seco, dar a volta por cima e sorrir amarelo, como que dizendo: que fazer? Não que nada possa ser feito, sempre fazemos tudo o que é possível, mas nem tudo está ao nosso alcance, por exemplo, a opinião pública predominante, refletida nos políticos escolhidos pelo voto e que exercem o poder, e a mídia que faz o jogo dos fortes. Como vivemos numa era de extremos, fica cada vez mais difícil o diálogo, o consenso, o entendimento, por isto se diz que a democracia está em risco. Mas o riso amarelo é também a resposta ao fato de que os privilegiados sempre escapam, no...

read more

O Controle da Raiva

Vivemos tempos de discórdia, em que a violência aumenta no mesmo nível em que aumentam a radicalização e a incapacidade de diálogo. Daí ser pertinente pensar na prática budista que prega o adaptar-se às circunstâncias e o não responder a elas pela raiva. O mestre Bodidharma afirma que todos deveriam aceitar os acontecimentos nefastos sem reclamar de injustiça, considerando que não sabemos que karma trazemos do passado, ou melhor, que ações fizemos que produziram os frutos que estamos colhendo agora. Concordo de que é aconselhável não se perturbar com as adversidades, porém, discordo da visão de que estamos aqui para purgar culpas, e que a melhor resposta seria a aceitação, o que daria à Marx razão quando afirma que “a religião é o ópio do povo”. Até podemos estar colhendo erros do passado, mas...

read more

A Democracia sob Ataque

A extrema direita, assim como a extrema esquerda, sempre teve vocação autoritária; com o Governo Bolsonaro não é diferente. São pilares básicos da democracia eleições livres, separação entre os poderes, liberdade de imprensa, garantia dos direitos individuais e da livre manifestação do pensamento. Isto implica na existência de uma oposição coexistindo com a situação dentro das regras democráticas, ou seja, dialogando sobre os rumos da Nação. Quando um presidente ataca a imprensa por fazer o seu papel, debocha e ofende os estudantes universitários que protestavam com justiça sobre os cortes de verbas na educação e na pesquisa científica, e compartilha nas redes sociais publicações que defendem o fechamento do Congresso Nacional e da Suprema Corte do país, está apostando no golpe e num Governo ditatorial. Bolsonaro insufla seus seguidores a saírem às ruas no...

read more

Bolsonaro e a estratégia das abobrinhas...

O colunista Bruno Boghossian acertadamente aponta que “Bolsonaro quer consertar a geladeira enquanto a casa pega fogo”, ou seja, quer administrar picuinhas e não o essencial. A economia patina, a renda cai, em janeiro e fevereiro as pessoas compraram 5,2% a menos de itens básicos, a taxa de desemprego é mais que o dobro da média mundial (12,5% em 2018), o Brasil é o 9º país mais desigual do planeta, o meio ambiente se deteriora a olhos vistos, enquanto vemos ações do presidente como: 1.     Extinguir o horário de verão; 2.     Censurar (inconstitucionalmente) uma peça publicitária do Banco do Brasil por abordar a diversidade,  público-alvo da propaganda; 3.     Retirar os Cursos de Sociologia e Filosofia das Universidades Federais e dos auxílios de pesquisa do CNPQ e CAPES; 4.     Atenuar a infração aos motoristas infratores; 5.    ...

read more

Quase uma Oração

A vida é linda, apesar do sofrer predominar dentro dela. É que mesmo que surjam problemas e dificuldades, crises e períodos de pobreza e luto, os momentos de alegria estão juntos deles, porque muito pouco nos basta para nos fazer rir e felizes. É suficiente olhar à volta, ver a luz do Sol, as cores nas flores e árvores, ver os rios correrem, o mar encontrando a areia e as pedras, o lago refletindo a Lua, fazendo a noite clara, enfim, basta olhar. Depois, é ter a atitude não lamuriosa ou rabugenta, que reflete frustração e descontentamento. É fácil, é só esvaziar a máquina dos desejos, é só substituir o que se quer pelo que se planeja e constrói, de modo a viver a alegria de contribuir, investir e fazer melhor. Mesmo sem ser...

read more

Ano Novo Astrológico

Feliz Ano Novo! Sim, porque foi ontem, dia 20 de março às 18h 58m, que o Sol cruzou o Equador do hemisfério sul ao hemisfério norte, dando início à primavera para o andar de cima e ao outono para nós. Como para o homem pré-histórico o inverno lembrava as glaciações, sempre havia o medo de que o frio perdurasse dando cabo da vida. Por isto o outono-inverno nos mitos está associado à morte e a primavera-verão à vida, daí que o equinócio de 21 de março (neste ano caiu no dia 20) representa a passagem da morte (inverno) à vida (primavera), ou seja, simboliza a ressurreição. Osíris, Jesus e todos os heróis que morreram e ressuscitaram, eram festejados nesta data, associada às festas de fertilidade (chegada da primavera, início do plantio) e, no calendário...

read more
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com